Portugal nas meias finais

Wednesday, 19 June 2013

Escrito por Pedro Saraiva

Dia fantástico para Portugal. A seleção portuguesa de Boccia consegue atingir a final nas divisões de Pares BC3 e de Equipas, após vencer nas 1/2 finais a Bélgica (Pares BC3) e a Espanha (Equipas).

José Carlos Macedo, juntamente com Armando Costa e Luís Silva, venceram nos 1/4 de final a Suécia. Mantendo-se sempre confiantes e dominadores no desenrolar dos parciais, souberam sempre pontuar no momento certo e defender os resultados quando em vantagem.

A Suécia demonstrou ser incapaz de fazer frente ao domínio e supremacia do jogo dos portugueses Na 1/2 final, Portugal defrontou a Bélgica, uma seleção bastante forte, que tinha vencido nos 1/4 de final a Irlanda, num jogo disputadíssimo. Portugal iniciou o jogo com algumas dificuldades em corresponder à excelente precisão das bolas belgas, perdendo o primeiro parcial por 0-1. Nos segundos e terceiros parciais, Portugal virou completamente o jogo, vencendo por 2-0 e 4-0, com apontamentos de elevado nível. Com o jogo controlado por 6-1, no último parcial a seleção Belga arriscou tudo-por-tudo jogando aos 7 metros, sendo que Portugal limitou-se a defender a vantagem conseguida, pelo que o jogo terminou com a vitória portuguesa por 6-4.

De realçar o excecional jogo de ambas as seleções que prendeu os espetadores até ao final do mesmo. Portugal defronta, na final, a Grécia que venceu a Grã Bretanha na 1/2 final, após ter necessidade de recorrer a parcial de desempate.

Em pares BC4, Domingos Vieira, Pedro Clara e Fernando Pereira não conseguiram ultrapassar a seleção da Hungria nos 1/4 de final, num jogo com desequilíbrios permanentes para as duas seleções, acabando a Hungria por ser mais feliz.

Em equipas, Portugal, com Abílio Valente, Cristina Gonçalves, Fernando Ferreira, António Marques e João Paulo Fernandes, venceram a Espanha e vão disputar a final com a fortíssima Grã Bretanha.