Tricicleta - Sobre a Modalidade

A Tricicleta é uma modalidade de atletismo adaptado, para pessoas com paralisia cerebral e deficiências motoras que afectem o movimento, o equilíbrio, que se desloquem em cadeira de rodas ou que não tenham uma corrida funcional a pé.

Os atletas utilizam a tricicleta, veículo este com 3 rodas, em que a roda da frente tem direcção dupla veio de direcção assistida, e 3 apoios (guiador com ou sem travões, selim e apoio de tronco) e sem pedais. Assim a falta de equilíbrio e o descontrolo motor deixam de ser um problema permitindo que se desloquem a correr.

Qualquer pessoa pode praticar esta modalidade, mas só pode competir, seja a nível nacional ou internacional, desde que esteja dentro das classes funcionais desta modalidade. As classes da Tricicleta são RR1, RR2 e RR3 por ordem crescente de capacidade e controlo motor.

A Tricicleta está em fase de reconhecimento a nível internacional pelo Comité Paralimpico Internacional (IPC). Actualmente 13 países têm praticantes de Tricicleta em 3 continentes, Europa, Ásia e América (norte e sul).

História

A tricicleta é um veículo de origem dinamarquesa concebido por Connie Hansen e Mansoor Siddiqui. O primeiro foi construído em 1991 e a modalidade começou na Dinamarca há 25 anos. O 1º recorde registado foi de 38s na distância de 100m. O primeiro nome petra foi inspirado na mascote dos Jogos Olímpicos de Barcelona em 1992.

Actualmente o veículo chama-se race runner/ tricicleta e a modalidade RaceRunning/ Tricicleta.

Em Portugal os treinos começaram em 2001 no CRPCCG, com uma tricicleta e 3 atletas. O clube APCL foi o 1º clube a registar os atletas desta modalidade. Em 2007 Portugal participou pela 1ª vez num campeonato internacional na Dinamarca.

Em 2008 realizou-se o 1º Campeonato Nacional em Lisboa com a participação de atletas de 3 clubes APPC, APCL e João Paulo II. Desde então todos os anos se realiza um campeonato nacional a partir do qual se apura a selecção nacional, que no respectivo ano representa Portugal na competição internacional mais importante.

Em 2014 realizou-se o 1º Encontro Nacional de Tricicleta, que se repete anualmente e cumpre o objectivo da realização de uma prova intermédia, de preparação dos atletas e de iniciação de atletas juniores/novos talentos.

Benefícios da prática 

Fortalecer o trabalho dos atletas com deficiências severas;

- Partilhar e desenvolver conhecimentos sobre o treino, equipamentos e deficiências. Análise do desempenho e dos resultados relativos ao treino e às competições;

- Melhorar as capacidades de planeamento, estratégia e a memória;

- Desenvolver a funcionalidade na posição de pé e em corrida, promovendo a simetria a dissociação e o equilíbrio do corpo;

- Aumento da capacidade respiratória e da resistência global;

- Correcção da postura de uma forma global, e em movimento;

- Desenvolver a alegria de praticar um desporto e competir;

- Fortalecer a auto-estima a amizade e desenvolver contactos com o desporto de competição de atletismo.

 

Sites informativos: 

www.cpisra.org/

www.racerunning.org/ 

www.petrabike.com/ 

www.racerunning.dk/ 

www.boccas.biz/